Porque Vegano(a)?

Seja veganx! Ou Vegano, Vegana… VeganX é uma forma de dizer ele ou ela de uma forma igualitária! Mas o que é o vegano, o veganismo? Se você acompanha nosso BLOG é bem provável que esteja familiarizado com o assunto, mas caso este seja o seu primeiro contato com o tema, ou gostaria de compartilhar o assunto com alguém, estamos muito felizes de ter você aqui, então vamos à definição! No Wikipedia também tem mais informações!

definicao-veganismo

 

Ser veganx pode até parecer mega desafiador, a princípio, mas a VERDADE é que nutrir hábitos livres de exploração animal é mais acessível e simples do que se imagina.

A ONG Mercy For Animals recentemente chegou ao Brasil e lançou um um GUIA super intuitivo e de fácil leitura para você implantar o veganismo em sua vida, fazendo dele o seu estilo de vida;

– Por um mundo justo
– Por um mundo sem fome
– Por um mundo sem sofrimento
– Por um mundo sustentável
– Por uma vida saudável
– Por um mundo de igualdade

É por tudo isso que lutamos!

Este guia idealizado pela  MFA, que aqui no Brasil (Curta sua pagina do Brasil no Facebook CLIQUE AQUI ) lançou o site EscolhaVeg, é um material onde você saberá PORQUE mudar e COMO mudar seu estilo de vida através de receitas, dicas, depoimentos e muita informação interessante que pode ser para muitos, uma grande novidade.

Muita informação você encontra no GUIA
Substituindo sem perder o sabor

 

Este guia vai mostra como fazer a transição para o veganismo sem sofrimento, trocando o desejo por produtos de origem animal pelo prazer de descobrir no pratos novos e deliciosos para quem se alimenta em casa diariamente e também quem precisa comer na rua.

escolha veg3
Mais e mais informações estão neste completo guia

Deseja baixar o GUIA , clique e….

escolhaveg_large

 

No Wikipedia temos esta definição com alguns números.

Veganismo é um movimento a respeito dos direitos animais. Por razões éticas, os veganos são contra a exploração dos animais. O boicote a atividades e produtos que são contra os direitos dos animais é uma das principais ações praticadas por quem adere ao movimento.

Em 1997, três por cento da população americana anunciou não ter usado nenhum produto de origem animal nos últimos dois anos. Em 2007, dois por cento da população inglesa se declarou como veganos. [1] O número de restaurantes veganos está crescendo, de acordo com o Oxford Companion to American Food and Drink (2007).[2] Tem sido mostrado que pessoas em dietas que incluem comidas de origem animal têm mais probabilidades de terem doenças degenerativas, principalmente doenças cardiovasculares.[3]A Associação Dietética Americana (The American Dietetic Association) e os Nutricionistas do Canadá (Dietitians of Canada) consideram a dieta vegetariana apropriada para todos os estágios do ciclo de vida, embora eles ainda alertem que uma dieta vegetariana mal planejada pode ser deficiente em vitamina B12ferrovitamina Dcálcioiodo, e ácidos graxos ômega 3.[4]

 

Avaliação: