Fomos conhecer o croissant vegano da Le Pain Quotidien

Quer comer um croissant com café, como se estivesse num bistrô europeu, estando em plena pauliceia? E se esse croissant ainda for delicioso e vegano?? Esse lugar de charme existe – o croissant também – fomos conhecer o croissant vegano da Le Pain Quotidien

 

Fundada em 1990 na capital belga, Bruxelas, por Alain Coumont, essa rede de padarias vem desde então aquecendo estômagos exigentes ao redor do mundo. Na capital paulista e Grande São Paulo já são dez endereços, e tendo escolhido qualquer um deles você acabará viajando em devaneios a uma vida mais leve e bela, afinal não dá vontade de deixar aquele terraço ajardinado – caso da unidade do LPQ ao lado do Shopping Pátio Higienópolis – ou de sair de um daqueles ambientes mais recônditos, aconchegantes, decorados por alguém que decididamente detém o savoir-faire e o savoir vivre dos gauleses, ou seja, aquela espécie de charme despreocupado, sem esforço, natural, e que não obstante é acachapante!

Foto Veja SP

Le Pain Quotidien, ou o pão do dia a dia… E pensar que ao idealizar a primeira padaria dessas, ainda em Bruxelas, Alain Coumont desejava apenas produzir e comer os mesmos pães rústicos de sua infância ou, em suas palavras, “sentir-se em casa, mesmo estando longe de casa”. Hoje, para “sentir-se em casa”, o fundador pode escolher entre uma das 280 unidades da LPQ espalhadas pelo mundo. O segredo que mantém a coesão de das lojas, ainda que inseridas em diferentes sociedades e culturas, é o compromisso inegociável deles com a qualidade dos ingredientes, sempre mantendo certa simplicidade, em ambientes ao mesmo tempo descomplicados mas muito atraentes, e com serviço impecável.

Quando a LePain Quotidien brasileira intentou incluir o croissant veganos no seu cardápio, procurou a empresa Germinou para lhes dar suporte em um dos principais insumos. Sem perder a característica europeia do menu, o croissant em versão vegana passou a levar manteiga Germinou, produzida à base de óleo de coco. A equipe Germinou é pioneira nesse trabalho de captar o cliente vegan friendly e oferecer  insumos e soluções para que ele possa incluir no cardápio opções feitas com plantas. Atualmente a Germinou fabrica queijos de leite de castanha caju ou de inhame, manteiga, ganache e carnes vegetais.

 

Na LPQ, itens veganos recebem a alcunha de 100% botânicos. Um nome cheiroso… dá vontade de ter sido o inventor do termo! Nessa padaria tudo que for vegano no cardápio está identificado com um ícone de cenourinha.

 

Justiça seja feita, dizer que a Le Pain Quotidien é uma padaria não evoca o que de fato é esse local. Você não pensa numa padaria como imagina um bistrô, e este termo evoca em nós a vontade de tomar um café num terraço sob o sol, ou de se deliciar com um brunch de domingo. Ou de passar por lá ao meio dia com a turma, para um almoço leve acompanhado de tentadores pães rústicos fatiados, ou de morder uma daquelas sobremesas, com mais um café sob a sombra. O Le Pain Quotidien inspira tudo isso, além de ter serviço de catering, no qual você pode levar todo esse feitiço para o seu lar, colocando pra tocar uma irreverente música em língua francesa para entrar no clima.

Dito isso, anuncio que meu momento preferido no Le Pain é o brunch, no qual a variedade de pães poderá lançá-lo numa dúvida cruel: Quais deles escolher já que, exceção feita ao Challah, todos os outros são orgânicos, veganos e deliciosos? Na dúvida haja como um confesso admirador da cultura e do vício em manteiga que belgas cultivam e morda o tal croissant, fofo e aromático, acompanhado de manteiga vegana da Germinou. A massa é levinha e a gordura fica na medida para agradar sem saturar, pois aqui a única coisa insistente será a qualidade.

 

Confesse para mim, você nutre secretas saudades do creme Nutella? Se respondeu sim, poder é pedir como acompanhamento a Pasta Noir deles,  botânica 😉 Mas a quem fecha com os salgados para acompanhar os pães rústicos, vou recomendar o Hummus ou o Guacamole.

Para aquele almoço vegano  vem fazendo sucesso a Tartine de Hummus, a Salada de Quinoa e uma sobremesa chamada Pudim de Semente de Chia.

Enfim, seja lá qual for a loja do Le Pain Quotidien na qual você se instalar, tenha em mente que eles vão cumprir o compromisso que anunciam: “Temos alimentos para todos os tipos. Assim todo mundo recebe exatamente o que deseja”, inclusive o mais gourmet dos veganos.

Este post tem apoio da @germinouoficial que, além de oferecer produtos veganos de qualidade para o mercado do food service, ela é pioneira no trabalho de captar e assessorar a criação de opções veganas em estabelecimentos que promovem a alimentação fora do lar. No seu mix de produtos, queijos de castanha de caju (que ralam, fatiam, derretem e gratinam), cream gourmet (requeijão de inhame e e também na versão chocolate tipo ganache), carnes vegetal (frango, presunto, salsicha) e manteiga, todos veganos.

Colaboradora de redação: Meire de Oliveira

 




Avaliação:
Booking.com

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*